O MAC (Marília Atlético Clube) já possui uma data para conhecer seu novo presidente, o conselho deliberativo do clube presidido por Cristiano Gonçalves marcou a eleição presidencial para o dia 12/04 (data do aniversário de 77 anos do MAC).

Com o pedido de antecipação da eleição realizada pelo atual presidente do MAC, Antônio Carlos Souza, o “Sojinha”  e a indicação de Eduardo Nascimento para o cargo de diretor de futebol do clube, deixam claro que Sojinha não deverá entrar na disputa pela presidência.

Quem aparece como forte candidato para assumir o cargo de presidente do Alviceleste é o atual secretário de esportes e novo diretor do Marília, Eduardo Nascimento. Eduardo foi um dos responsáveis por ajudar o MAC a disputar a Copa São Paulo de Futebol Junior deste ano garantido a cidade de Marília como sede da competição, um mês após o termino da Copinha ele foi nomeado como diretor geral de futebol pelo atual presidente do MAC.

Eduardo Nascimento foi o responsável também pela contratação do atual técnico do MAC Ricardo Costa e desde o fim do mês de Janeiro é quem toma as principais decisões administrativas do departamento de futebol do clube.

A tendência porém é de que Eduardo não fique apenas no departamento de futebol, no início do ano Sojinha solicitou ao presidente do conselho do Marília a convocação de uma reunião para a entrada de novos sócios para o conselho deliberativo do clube. No sábado de carnaval o conselho do Marília aprovou a entrada de novos conselheiros, entre eles o atual secretário de esportes e diretor de futebol do Marília, Eduardo Nascimento, o prefeito da cidade de Marília Daniel Alonso e outros membros da prefeitura da cidade, entre eles o presidente da Emdurb Valdecir Fogaça (que já trabalhou no MAC até o ano de 2011)  e o procurador geral do Município Alysson Alex Souza  que já fez parte da diretoria da torcida organizada Mancha Azul e tentou se candidatar a presidência do Marília nas eleições de 2011 para ajudar o clube. O último conselheiro ligado ao prefeito é Marcio Augusto Spósito, chefe de gabinete, porém sem ligações recentes com o Marília Atlético Clube.

Com a entrada de novos membros no conselho deliberativo do MAC  que também estão na prefeitura, Eduardo dá indícios que deve ser mesmo o novo presidente do Marília, a atual gestão do prefeito Daniel Alonso já havia demonstrado uma atenção maior com o estádio municipal Bento de Abreu ao realizar algumas reformas no começo de 2017. No ano passado através de Eduardo, algumas dependências do estádio foram reparadas e realizadas  manutenções para a disputa do Campeonato Paulista da Série A-3.

Porém no fim do ano passado, os rumores de uma possível administração de Eduardo aumentaram com a ajuda preponderante que o secretário deu para que o Marília disputasse o a Copa São Paulo de Futebol Juniors, acontece que a Federação Paulista de Futebol só garantia a participação do Marília caso o clube aceitasse  ser sede da competição, com atual situação financeira bastante debilitada e com seu principal mandatário vindo de uma recuperação cirúrgica para retirar um tumor e com a distância do MAC devido  ao seu cargo na administração do grupo Audax Osasco, Sojinha conversou com a prefeitura para ajudar o MAC a sediar a competição e viu na figura do Eduardo Nascimento o esforço maior para que o clube pudesse disputar o campeonato.

Eduardo não só tratou de deixar o Abreuzão em condições perfeitas para que o estádio municipal pudesse receber as partidas como também tratou de correr atrás de parceiros para que o Marília Atlético Clube pudesse receber as equipes na cidade.

O único fato que poderia atrapalhar a candidatura de Eduardo seria o ex presidente e ex diretor das categorias de base do Marília João More, o também advogado alega uma dívida com o clube quando esteve na direção das categorias de base em 2011 a convite do então presidente Hely Biscaro. João resolveu pedir a penhora da marca do Marília Atlético Clube no meio do ano passado e acabou ganhando a ação. A Federação Paulista de Futebol porém não reconheceu João como dono do Marília Atlético Clube que resolveu então segundo ele a direcionamento da CBF pedir a paralização na justiça das atividades do Marília e que fosse colocado seu nome como interventor do clube.

Na última sexta-feira,15 de Março a Juíza Dra. Angela Martinez aceitou o pedido de João More o nomeando interventor do Marília, porém o bom relacionamento com Eduardo Nascimento fez João More aceitar a realizar um acordo com o clube, o advogado disse no programa 4 Notícias da TV MARÍLIA que tem um bom relacionamento com Nascimento e que não vê empecilhos para a realização de um acordo com o diretor.

A reportagem do Marília Gol apurou que o acerto já está muito avançado e o MAC deve mesmo realizar um acordo com o João More para que sua dívida com o Marília seja sanada. O fato se deve mesmo ao bom relacionamento de Eduardo com João More que chegou algumas vezes a declarar que iria comandar o MAC e gostaria que o clube virasse uma empresa, chegou também a realizar duras críticas ao atual presidente do MAC Sojinha, porém o fato de muito provavelmente a presidência do clube estar mudando de rumo faz João More preferir um acordo com o clube para quitação de sua dívida do que assumir a presidência do clube.

João chegou a confirmar em muitos veículos de imprensa que entrou em contato com Eduardo Nascimento para tranquiliza-lo e dizer que nada mudaria caso ele se tornasse  presidente e que Eduardo Nascimento continuaria sendo o diretor de futebol e ouviu de Eduardo uma preferência que  realizar um acordo com More seria a melhor solução, segundo João More o atualmente diretor de futebol do Marília gostaria de ser presidente do clube ao invés de ter João como interventor e que um acordo seria a melhor solução para o lado do Marília e também para João More. O acordo por parte do Marília agradou João More que não deve criar empecilhos para as eleições do próximo dia 12 de Abril.

Reportagem: Luiz Carlos Junior