Com o término do 1° turno no ultimo final de semana(12/05), o Maríllia Gol buscou os números da competição geral do Campeonato Paulista Sub23 de 2019.

Campanhas

Destaque para o Rio Branco-SP, com melhor aproveitamento dos pontos disputados de toda competição, atingindo 88.9%. A equipe de Americana ao lado de Paulista(77.8%), MAC(73.3%), Francana(66.7%), Itararé(60%) e São José(55.6%). Terminaram o turno invictos em seus respectivos grupos.

Já as campanhas que deixaram a desejar nesse 1° turno, obviamente seguram a lanterna de suas chaves. A pior campanha do campeonato é a equipe do Elosport, em 5 partidas sofreu revés em todas elas. Seu aproveitamento é de 0% dos pontos disputados. Logo em seguida aparece equipe do Bandeirante, em 6 jogos perdeu 5 partidas e empatou uma vez. Seu aproveitamento é de 5.6% dos pontos disputados. Campanha idêntica ao do Atlético Mogi, que também possui 5.6% de aproveitamento, perdendo 5 partidas e empatando uma.

Ataques

Os ataques mais positivos do turno, ocupam o mesmo grupo 5 do campeonato. Paulista e Amparo, ambas as equipes balançaram as redes advesárias por 14 vezes em 6 jogos, possuindo uma média de 2.3% de gols por partidas. Outros ataques que merecem destaques, é a equipe do Fernandópolis, Francana e XV de Jaú. Todos eles marcaram 13 gols em 6 jogos. Atingindo uma média de 2.1% de gols por partidas.

As equipes que mais deixaram a desejar no sistema ofensivo, Elosport(0 gol), Bandeirante(2 gols) e Jabaquara(3 gols), consequentemente estão na lanterna de seus grupos. Logo em seguida aparece uma pelotão com 4 gols marcados; Manthiqueira, Atlético Mogi, Santaruzense, Brasilis e América.

Defesas

A melhor defesa na fase inicial do campeonato, está no grupo do MAC. Ainda sem sofrer gols na competição, a equipe da Itararé, possui o status de melhor sistema defensivo do 1° turno. Logo em seguida aparece a equipe do Assisense com apenas 1 gol sofrido. Rio Branco(2 gols), MAC(2 gols) e Francana(2 gols).

A pior defesa do campeonato pertence ao Atlético Mogi, em seis partidas a equipe de Mogi Guaçu sofreu 20 gols, possuindo um saldo de gol (-16). Logo em seguida aparece São Carlense com 14 gols sofridos. União Barbarense(13), Jaguariúna(13) e Elosport (12).

Foto: Matheus Dahsan

Reportagem: Bruno Marcondes